Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

Vida virtual, problema real: pornografia e infidelidade na Internet

February 23, 2016

 

O computador e a Internet revolucionaram a vida e o modo como as pessoas trocam informações e se relacionam. É um mundo inteiro dentro de casa, no trabalho, na palma da mão. Enquanto a Internet traz inúmeros benefícios como possibilidades de aprendizado, contato com maior círculo de pessoas e possibilidade de negócios, também pode trazer dificuldades para o relacionamento conjugal.

 

Os dois maiores problemas enfrentados por casais relacionados ao uso da Internet é a pornografia e a infidelidade virtual.

 

Casais que vivem frustrações no casamento e na vida sexual encontram facilmente a saída rápida e segura para expressar suas fantasias e desejos, protegidos pela distância e anonimato. Substitui-se assim a ameaça do relacionamento real, e ele pode ser vivido sem riscos.

 

Contudo, esta vida secreta e isolada do parceiro (a) apresenta riscos reais. A pornografia constitui-se em uma indústria, que produz material irreal, baseado no mercado e não no que é de fato possível nas relações conjugais. Embora o uso de pornografia possa ser de grande ajuda para casais, seu uso indiscriminado pode resultar em um quadro de vício/compulsão. O uso excessivo da pornografia leva a uma necessidade crescente de utilizar este material até para obter níveis normais de excitação. A pessoa pode criar expectativas irreais sobre o corpo do parceiro (a), preferir uso do material sozinho a ter relações com o cônjuge, pode ainda chegar a substituir passeios, convivência com amigos e família para ficar na internet.

 

Já a infidelidade virtual costuma gerar muita angústia, pois o casal tende a se afastar e desistir de comunicar o que é realmente importante dentro da relação. A dúvida sobre se traição virtual é realmente traição pode aparecer como desculpa para não por um fim ao comportamento. Embora virtual, a quebra da confiança e a dificuldade em conversar sobre a relação são reais. O sofrimento de quem se sente traído costuma ser o mesmo de uma situação presencial.

 

Portanto, se não se encontra algo no casamento, há vários caminhos a tomar: abordar a questão com o cônjuge, buscar aconselhamento com profissional, conversar com outras pessoas conhecidas do casal, que podem ter vivido algo semelhante e trocar experiências, ler, obter informações. Afinal, nada é virtual quando produz consequências reais.

 

Original em http://www.bomtomgabriela.blogspot.com.br/

Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square